Blog BASSO STRAPS

home / blog / Elas dão as notas!
08/03/2019
Elas dão as notas!

Elas dão as notas!

De acordo com matéria publicada em janeiro deste ano, na Guitar Load, dados apurados pela Associação Nacional da Indústria da Música evidenciam movimento semelhante no Brasil. Em 2018, a importação de instrumentos cresceu 11,5%, alcançando aproximadamente R$ 300 milhões.

Também em recente entrevista, durante um evento de revendedores de guitarras Fender, o vice-presidente da marca, Justin Norvell, mostrou dados que comprovam crescimento de 15% na venda norte-americana de guitarras elétricas. Movimento semelhante, reforçou Norvell, aconteceu no Japão, que obteve crescimento de 21%.

E porque este monte de números? Por uma simples razão. As responsáveis pelo ressurgimento do interesse pela famosa “guita” são as mulheres!

E, neste Dia Internacional da Mulher, a Basso Straps convidou uma de suas endorsers, a guitarrista Debora Valençay, para conversar e contar um pouco da sua história.

Entrevista

Basso Straps:Antes da guitarra, você aprendeu contrabaixo, teclado, percussão, bateria, entre outros instrumentos. O que fez você se interessar de vez pela guitarra?

Debora Valençay: O motivo principal foi por ter visto o anúncio de teste para guitarrista da Banda Pink Revolver. Não tinha noção de como era legal tocar guitarra, então comprei a guitarra mais barata da loja e, de ouvido, comecei a tirar uma música do Led Zeppelin, como já tinha uma noção de contrabaixo e violão, ficou mais fácil do que começar do zero. Posteriormente passei no teste e fiquei na banda até o final de 2016. 

BS: Você começou sua carreira musical aos 14 anos. Como a pauta, além de música, trata do Dia Internacional da Mulher, você acredita que a mulher já tem seu espaço consolidado dentro da música ou ela ainda sofre preconceito de gênero?

DV: Bom, ainda há preconceito sim. Atualmente eu toco com um cantor sertanejo e não é nada comum encontrar mulheres neste segmento. Eu tentava entrar no mercado sertanejo ha muito tempo, mas foi difícil achar alguém que apostasse no meu trabalho. 

BS: Quais os projetos que você está trabalhando atualmente?

DV: Bom, eu terminei a faculdade de Marketing no final do ano passado e tive que interromper o projeto do meu EP por um período, para conseguir dar conta, mas pretendo retomar ainda neste primeiro semestre de 2019. Alem disso eu toco fixo com um cantor sertanejo há 3 anos.

BS: Quais são suas principais influências musicais?

DV: Gosto muito de rock clássico! Led Zeppelin, Guns  n´ Roses, AC/DC, Queen.. Minha raiz venha do bom e venho rock´n´roll. 

BS: Qual o modelo de correia que você usa hoje? O que você mais destaca nela?

DV: Uso a VTL Marrom Inglaterra no violão, pois além de linda, ela fica bem confortável no ombro. Na guitarra eu uso uma EX01 Preta que se encaixa melhor em relação ao peso da guitarra, posição da alça e conforto. Deixo registrado que a basso foi uma das primeiras empresas a apostar no meu trabalho e nunca usei outra marca (e nem quero hehe). Obrigada por apoiarem nós, mulheres! <3 


COMENTÁRIOS